O Sistema

O SAEGO

O Sistema de Avaliação Educacional do Estado de Goiás (SAEGO) foi criado em 2011 com o objetivo de fomentar mudanças na educação oferecida pelo estado, vislumbrando a oferta de um ensino de qualidade.

Nas três edições aplicadas – 2011, 2012 e 2013 –, buscou-se avaliar, de modo censitário, alunos da rede estadual de ensino (e escolas conveniadas participantes) do 2º ano do Ensino Fundamental em Língua Portuguesa (leitura), além dos alunos dos 5º e 9º anos do Ensino Fundamental e 3ª série do Ensino Médio nas disciplinas de Língua Portuguesa e Matemática.

A cada edição, são avaliados mais de 100 mil alunos da rede estadual. A edição de 2013 alcançou o maior percentual de participação em cada uma das etapas avaliadas, apresentando uma média de 79,5%.

Os resultados em Língua Portuguesa têm mostrado o trabalho significativo realizado pela rede. Os alunos do 2ª ano do Ensino Fundamental apresentaram proficiência média alocada no padrão de desempenho Avançado. Os alunos dos 5º e 9º anos do Ensino Fundamental e 3ª série do Ensino Médio alcançaram, a cada edição, melhores resultados em relação à proficiência média, seguidos de um menor percentual de alunos no padrão de desempenho Abaixo do Básico e um aumento percentual de alunos nos padrões Proficiente e Avançado. No 9º ano do Ensino Fundamental, a proficiência média alcançada pelos alunos, que nas edições de 2011 e 2012 faziam referência ao padrão de desempenho Básico, em 2013 passou a alocar o padrão de desempenho Proficiente.

Em Matemática, a proficiência média alcançada pelos alunos do 5º ano do Ensino Fundamental, a cada edição do SAEGO, refere-se ao desenvolvimento de habilidades e competências do padrão de desempenho Adequado e, para os alunos do 9º ano do Ensino Fundamental e 3ª série do Ensino Médio, o padrão de desempenho alcançado pelos alunos, dada pela proficiência média, implica no padrão Básico.